HARMONIZAÇÃO FACIAL

23/07/2019

Resolvi escrever sobre esse tema porque é algo que cada vez mais está em alta e somos todos os dias bombardeados com imagens de antes e depois, celebridades que fazem ou não procedimentos e profissionais que fazem “milagres”.

 

Esse conceito de Harmonização Facial que vem ganhando força principalmente na mídia é a mudança de rostos com preenchimentos e toxina botulínica. Pra mim, esse conceito se diferencia pelo fato de eu ter uma formação cirúrgica e porque algumas mudanças no rosto não são atingíveis somente com procedimentos no consultório.?

 

A nossa aparência é o primeiro contato que uma outra pessoa tem com a gente. A nossa face é o nosso “cartão de visitas” e deve transparecer a nossa personalidade.

 

Pequenas assimetrias todos temos e são praticamente imperceptíveis para os outros. Pequenos sinais do envelhecimento muitas vezes são naturais para uma pessoa daquela idade.?

 

Eu acredito que tanto procedimentos de preenchimento com Ácido Hialurônico, aplicação de Toxina Botulínica quanto cirurgias devem ser feitos quando o paciente se incomoda com aquele detalhe e quando este é pertinente e passível de correção, da forma mais natural possível.?

 

A aplicação de Toxina Botulínica é realizada no consultório. É um procedimento simples que previne e ameniza rugas da testa e “pés-de-galinha”, melhora o sorriso gengival, melhora os quadros de bruxismo e, em casos específicos, pode melhorar o contorno facial. Quando aplicada na testa, procuro sempre manter a expressão do paciente, para que o rosto não fique com aparencia de “congelado”. As sobrancelhas também podem ser levemente arqueadas com o procedimento.

 

Os preenchimentos com Ácido Hialurônico são os “queridinhos” da Harmonização Facial. Eles volumizam a área onde são aplicados: lábios, olheiras, malar (bochechas), mandíbula, sulco nasogeniano (popularmente conhecico como “bigode chinês”), têmporas etc. Não me agradam as transformações exageradas que vemos hoje em dia nas mídias. Acredito que muitas vezes há um excesso de material utilizado e que deixa o paciente com aspecto artificial. Nesse aspecto, costumo ser bem conservadora e aplico nos meus pacientes a quantidade suficiente para atingir o resultado. Caso preciso, em outra sessão aplico um volume maior. Mas como dizem por aí: “menos é mais”, e devemos sempre prezar pelo natural.

 

As cirurgias de face, por sua vez, são indicadas quando o resultado almejado pelo paciente foge do que pode ser feito no consultório. Por exemplo a Rinomodelação (preenchimento do nariz): quando o nariz é muito grande, um preenchimento aumentará a sua estrutura, então é indicada cirurgia ao invés do Ácido Hialurônico. Já em relação às pálpebras, por enquanto na medicina não há procedimento que substitua a Blefaroplastia no caso de excesso de pele na região. Quando há excesso pele no rosto e pescoço decorrentes do envelhecimento facial, não há outra solução senão a Ritidoplastia.?

 

Por isso, cada caso deve ser avaliado independente e presencialmente. Nada substitui o toque do profissional da avaliação da face. Procure sempre um profissional que tenha uma boa formação e com um senso estético apurado, para que ele indique o melhor tratamento possível para o seu caso. Sem exageros!





Julia Jorge utiliza cookies em seu dispositivo para melhorar a navegação no site, analisar o uso do site e auxiliar em nossos esforços de marketing, para mais informações acesse a Política de Privacidade.